Cluster da Cooperação Portuguesa da Ilha de Moçambique – 2ª fase (2015-2018)

Publicado em quinta, 19 maio 2016 11:41

Na 2ª fase do Cluster da Cooperação Portuguesa da Ilha de Moçambique, financiado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, a Fundação Portugal África tem vindo a assessorar a Escola Profissional da Ilha de Moçambique (EPIM) com vista à melhoria da sua oferta Educativa e Formativa.

Neste âmbito, decorreu entre 15 de março e 21 de abril de 2016 o Curso de Formação de Formadores em Restauro do Património Edificado bem como a sessão de certificação de 15 formandos pela Direção Nacional do Ensino Técnico Profissional do Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional de Moçambique.

Estes formandos irão reforçar o corpo docente da EPIM que irá implementar um Curso de Especialização Dirigida sobreRestauro de Património Edificado, subsequente ao Curso de Pedreiro de Limpos..

O curso, cujos formadores são oriundos da Escola Profissional Amar Terra Verde de Braga, preparou formadores de construção civil em técnicas tradicionais de restauro adaptadas às tipologias de construção do Património Edificado da Ilha de Moçambique. A utilização de materiais ancestrais de construção atraiu a atenção da comunidade local e do meio académico da Província, em particular da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Lúrio.

O princípio pedagógico subjacente foi o de “Formandos – Atores” que, através de aulas práticas, reabilitaram uma sala de aula da escola específica para o Curso de Mesa e Bar.

No âmbito desta componente do Cluster seguir-se-ão outras ações com vista à valorização do Projeto Educativo daquela Escola.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.