São Tomé e Príncipe: Comemorações do Dia Internacional da Mulher

Publicado em terça, 14 março 2017 12:38

No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher a Embaixada de Portugal organizou no Camões – Centro Cultural Português em São Tomé um programa de atividades no qual se pretendeu refletir e incentivar o debate relativamente ao papel da mulher no desenvolvimento da sociedade santomense, bem como promover diferentes artistas femininas, em áreas tão diversas como as artes plásticas, o artesanato, a transformação de produtos da terra, o design de moda e o teatro.

As comemorações tiveram início no dia 7 de março, com a apresentação do projeto do Congresso da Mulher Santomense, a ter lugar no dia 19 de setembro de 2017, organizado por um conjunto de entidades, com a coordenação do Instituto Nacional para a Promoção da Igualdade e Equidade do Género (INPG).

Nesse mesmo dia, ao final da tarde, teve lugar a apresentação do livro “Fruta-Pão Mulher”, de Isabel de Santiago, com a presença do Bispo de São Tomé e Príncipe, Dom Manuel António. A esta apresentação seguiu-se uma mesa redonda onde se debateu “O papel da mulher no desenvolvimento da sociedade santomense”. Esta conversa teve como oradoras a Ministra da Justiça, Administração Pública e Direitos Humanos, Ilza Amado Vaz, a qual abordou a defesa e integração dos direitos das mulheres no atual quadro legal santomense; a Presidente da Câmara Distrital de Mé-Zochi, Isabel Domingos, que apresentou a sua perspetiva relativamente à liderança no feminino, à presença da mulher nos centros de decisão e da mulher santomense na política e a Diretora do INPG, Ernestina Menezes Neves, que fez uma reflexão sobre as referências familiares, o tipo de sociedade e as atuais estruturas sociais de apoio ao empoderamento da mulher em São Tomé e Príncipe. Esta conversa foi moderada pela jornalista da RTP África, Djamila Gomes e registada em vídeo para posterior divulgação.

No dia 8 de março, o INPG apresentou o livro “Mulheres e Homens em São Tomé e Príncipe: factos e Números”, ao qual se seguiu a inauguração da exposição coletiva “Artes e Saberes no Feminino”, com a participação de 6 artistas plásticas santomenses (pintoras e escultoras), uma estilista, a Associação de Costureiras Josina Machel, as associações de mulheres representadas pela Qua-Téla e 4 atrizes do Grupo de Teatro Surpresa da Madrugada.

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.