Moçambique: Dança Contemporânea - João dos Santos Martins e Cyriaque Villemaux em Maputo

Publicado em quarta, 15 março 2017 15:35

No dia 23 de março de 2017, às 18h00, no Camões – Centro Cultural Português em Maputo, terá lugar a performance/conferência/instalação Dança da Crise ou Talvez ele pudesse pensar primeiro e dançar depois ou Como fazer coisas sem dança ou Oldschool#40 de e com João dos Santos Martins, após um convite de Susana Pomba, com coreografia de Cyriaque Villemaux.

Esta peça estreou no final de 2015, no âmbito do projeto Old School em Lisboa (Portugal) e teve origem numa conferência-performance chamada Dança da Crise (Viena, 2013) que se debruçava sobre a ligação entre dança, crise e finanças e em que João dos Santos Martins interpretava uma curta coreografia de Cyriaque Villemaux. Nesta versão mais recente, iluminada pela conferência-performance Product of Circumstances (1999) de Xavier Le Roy, João dos Santos Martins decidiu não dançar para “reenfocar este espaço expandido e de hibridismo formal que é a dança”, expondo a coreografia em formato de instalação/arquivo, com um vídeo, um poema, uma carta e uma partitura.

João dos Santos Martins pretende, assim, discutir as barreiras que são constantemente colocadas entre dança e a performance, o instinto compulsivo pelos rótulos e as definições hegemónicas ocidentais do que é dança ou não é dança.

Entre os dias 27 e 29 de março, irá decorrer no Centro Cultural Franco- Moçambicano (CCFM) um workshop de dança contemporânea sobre práticas de imitação e reconhecimento sob orientação dos artistas João dos Santos Martins e Cyriaque Villemaux. A partir de uma série de exercícios onde se materializa uma ideia de cópia por aproximação, procurarão analisar em conjunto as semelhanças e diferenças entre várias ações e movimentos e, por sua vez, traduzi-las noutros suportes de performance.

Este workshop contará com a participação de um grupo de bailarinos moçambicanos que participarão na formação. Este momento de partilha e intercâmbio de conhecimentos culminará com a apresentação pública dos resultados do workshop de dança que terá lugar no dia 29 de Março, às 19h00, no auditório do CCFM.

No dia 31 de março, às 20h30 terá lugar também no Centro Cultural Franco-Moçambicano o espetáculo Autointitulado de João dos Santos Martins e Cyriaque Villemaux. Autointitulado oferece-nos uma viagem por certos fantasmas da história da dança, pessoal e paradigmática, sem se prender a uma dança em particular, mas uma série de danças, ou melhor, a uma série de memórias e ideias de dança. Construída a partir de improvisações gravadas e, em seguida, analisadas em função do que elas sugerem à memória dos bailarinos, a coreografia foi sendo concebida como uma repetição em ambos os sentidos da palavra: a repetição dos ensaios durante o período de conceção da peça e a repetição na apropriação de frases ou movimentos (re)conhecidos, posteriormente editados através de métodos de collage.

Autointitulado é, então, como um álbum que percorre imagens marcantes, reminiscências da memória coletiva ou de certos clichés e inconscientes da dança. A partir desses fragmentos, tanto familiares como monstruosos, os bailarinos convidam o público a completar a parte que falta, para construir as suas próprias ficções.

Esta é uma iniciativa que resulta de uma parceria entre o Camões – Centro Cultural Português em Maputo e o Centro Cultural Franco-Moçambicano, com o apoio do Ministério da Cultura do Governo de Portugal e da Direção-Geral das Artes, através do Programa de Apoio à Internacionalização.

Enviar inscrições até 24 de março para: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou entregar na receção do CCFM nos seguintes horários:

segunda-feira, das 15h00 às 19h00

De terça a sexta-feira: das 10h00 às 14h00 e das 15h00 às 19h00 | sábados: das 10h00 às 14h00

Informações: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. | +258 82 353 79 21

Ficha de Inscrição

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.