Senegal: Leitor do Camões, I.P., José Horta, Condecorado pelo Presidente da República

Publicado em segunda, 17 abril 2017 08:24

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou no dia 13 de abril de 2017, em Dacar, o professor José Horta, Leitor do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., com o grau de Comendador da Ordem do Mérito.

Numa cerimónia na Embaixada de Portugal, perante o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, autoridades senegalesas, e portugueses radicados no Senegal, o Presidente da República elogiou o seu papel para o crescimento do ensino da língua portuguesa naquele país, onde é estudada por 46 mil alunos, considerando-o um obreiro da dupla vertente ensino-formação da cultura e língua portuguesas.

O Chefe de Estado disse tratar-se de “um feito notável que deve ser publicamente reconhecido, sublinhado e enaltecido”, de uma obra que “ultrapassa, em muito, aquilo que lhe era formalmente exigido”, sublinhando ainda o espírito de dedicação e sacrifício, o empenho e a permanente disponibilidade, como grandes qualidades do Professor José Manuel da Silva Horta. Destacou também “o carinho e a admiração que professores e alunos sentem pelo seu mestre como dignos de se ver e sentir, que deixam orgulhoso qualquer português” e vincou que o Estado português tem para com o Professor José Horta uma “dívida imensa de gratidão”.

Na breve de intervenção de agradecimento que proferiu, o Professor José Horta disse que “aceitou a condecoração com muito orgulho, porque, para ele trata-se, sobretudo, de condecorar aquilo que Portugal, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Camões, a Embaixada de Portugal em Dacar, têm feito para apoiar o seu trabalho e trata-se de condecorar os alunos do ensino médio e secundário, os professores dos liceus, os professores da universidade, porque sem a boa vontade destas pessoas não eram possíveis estes resultados”.

José Manuel da Silva Horta nasceu no Lubango, Angola, há 62 anos. É Leitor de Português do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, na Faculdade de Letras e Ciências Humanas da Universidade Cheikh Anta Diop (UCAD) de Dacar (Senegal) e formador dos professores de Português do Senegal desde 2005. Responsável pelo Centro de Língua Portuguesa do Camões na UCAD e leitor do Camões na Universidade Félix Houphouët-Boigny em Abidjan (Costa do Marfim) desde 2006.

Foi Leitor do Instituto Camões na UCAD de Dacar, de 1998 a 2003, na Guiné-Bissau, em 1997-1998, na Universidades de Mons-Hainaut e de Liège (Bélgica), de 1991 a 1997, e na Universidade de Valência (Espanha) de 1986-1990.

Na mesma cerimónia, o antigo deputado e antigo Ministro senegalês da Educação, Cultura, Juventude e Desporto Amadou-Mahtar M'Bow, de 96 anos, foi condecorado pelo chefe de Estado com a grã-cruz da Ordem do Infante D. Henrique, pelos seus contributos para o ensino da língua portuguesa no Senegal.

O Presidente referiu que Amadou-Mahtar M'Bow instituiu o ensino das   línguas estrangeiras no Senegal, que esteve na base da introdução do Português na rede escolar naquele país da África Ocidental, e foi Diretor-Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), de 1974 a 1987.

Aceda ao discurso do Presidente da República aqui na Página da Presidência da República Portuguesa: http://www.presidencia.pt/?idc=37&idi=126300 e à reportagem da Antena 1: https://www.rtp.pt/noticias/politica/marcelo-condecora-professor-de-portugues-e-antigo-ministro-senegales_a995282

Com Lusa e fotos da página da Presidência da República Portuguesa

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.