República Checa: José Luís Peixoto em Praga

Publicado em terça, 16 maio 2017 10:58

Decorreu a 10 de maio de 2017 a Noite da Literatura, evento organizado em cooperação com a Rede Eunic, que o Centro de Língua Portuguesa/Camões, I.P. de Praga integra, Embaixadas e a Representação da Comissão Europeia na República Checa.

José Luís Peixoto esteve presente e no Bairro de Nusle ouviu-se a leitura pública de excertos da edição checa do romance, Galveias (Praga, Srmst, 2017), pela atriz Lenka Vychodilová.

O escritor participou ainda na XXIII Feira do Livro, que decorreu entre os dias 12 e 14 de maio, com cerca de 400 expositores de 30 países no Palácio da Indústria, tendo sido visitada por cerca 40.000 pessoas.

A participação de Portugal aconteceu, para além do Palácio da Indústria, onde o CLP de Praga promoveu o conhecimento e divulgou as mais recentes edições da literatura portuguesa em português e em checo, no Museu Nacional Lapidarium e no DOX – Centro para a Arte Contemporânea, em Holešovice.

No dia 12 de maio, José Luís Peixoto apresentou Galveias, num painel onde esteve presente o autor catalão Marc Pastor, no Lapidarium, seguido de uma sessão de perguntas pelo público.

Ainda no mesmo dia, houve um debate no DOX - Centro de Arte Moderna intitulado “Um lugar, um herói”, conduzido pelo jornalista e músico Petr Vizina. Para além de Peixoto e Pastor, esteve presente Marek Toman, poeta, romancista e diplomata do Ministério dos Negócios Estrangeiros checo.

No dia seguinte, a 13 de maio, realizou-se novo debate entre Aleš Šteger, poeta, editor e crítico literário esloveno, J. L. Peixoto e Goce Smilevski, romancista macedónio, a propósito da ideia de romance como a mais europeia das artes, em referência a Milan Kundera,

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.