António Vitorino em conferência sobre imigração no King’s College

O antigo comissário europeu e ex-governante português António Vitorino vai ser o orador principal da conferência internacional sobre ‘Políticas de Imigração e Direitos Humanos’ que, a 16 de maio, reúne em Londres um conjunto de especialistas em ciências sociais que trabalham em instituições britânicas, norte-americanas e portuguesas.

A conferência é organizada por iniciativa do Instituto Camões Centre for Studies in Portuguese Language and Culture at King’s College of London (CELPC/IC), de que é atualmente diretora a investigadora Luísa Pinto Teixeira, em parceria com o Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI-UNL), dirigido por Carlos Gaspar, ex-assessor e consultor do antigo Presidente da República Jorge Sampaio.

Além de Vitorino, outro ex- governante português Nuno Severiano Teixeira (IPRI) intervirá na sessão de abertura, juntamente com o embaixador de Portugal no Reino Unido, João de Vallera. O antigo embaixador do Reino Unido em Portugal entre 2007 e 2010, Alexander Ellis, proferirá a alocução de encerramento da conferência.

«Pretende-se contextualizar as políticas de imigração e direitos humanos no cenário recente das politicas de imigração da União Europeia, onde a especificidade de Portugal será objeto de particular análise», declara Luísa Pinto Teixeira sobre esta reunião científica que é a conferência inaugural do CELPC/IC, recentemente.

«Desafiámos os conferencistas a tratarem o tema central desta conferência tendo em atenção a economia política e social dos fluxos migratórios e a ressurgência dos nacionalismos», acrescenta a investigadora portuguesa, que considera o tópico de grande atualidade.

A conferência conta com o patrocínio do IC, da Embaixada de Portugal no Reino Unidos e da Fundação Calouste Gulbenkian, que apresentará o documentário Migrant Voices – Lisbon streets testimonies on MIPEX III (Migrant Integration Policy Index III. Portugal) key findings, para além de uma comunicação da administradora da FCG Isabel Mota, secretária de Estado do Planeamento e Desenvolvimento Regional entre 1987 e 1995.

Os investigadores portugueses estarão em força na sessão da tarde, presidida por Ricardo Soares de Oliveira (University of Oxford), com comunicações de Verónica Policarpo (Universidade Católica Portuguesa), Rui Pena Pires (CIES-ISCTE), (SOCIUS/ISEG) e Madalena Resende (IPRI-UNL).

Na sua parte final, a conferência terá uma mesa redonda presidida por Stephen Meili, da University of Minnesota Law School, com a participação de Satvinder Juss, Jean-Pierre Gauci e Leila Simona Talani, todos os três do King’s College London, Adam Hanieth, da reputada School of Oriental and African Studies (SOAS) e Philip Marfleet (University of East London).

O encerramento da conferência será seguido do lançamento do livro Crisis, immigration and the labour market in Portugal: return, regulation or resistance? (Crise, Imigração e Mercado de Trabalho: Retorno, Regulação ou Resistência?), de João Peixoto e Juliana Iorio (Principia, 2011) e a apresentação de Portugal: Atlas das Migrações Internacionais, de Rui Pena Pires (org.), Programa Gulbenkian de Desenvolvimento Humano, 2011.

O CELPC/IC foi criado em 2010 para reforçar o estatuto da língua portuguesa, através do desenvolvimento de Estudos Portugueses e dos conhecimentos sobre a cultura, história, política, sociedade e a lusofonia.

Luísa Pinto Teixeira acredita que «uma maneira de alcançar estes objetivos é através da organização de simpósios interdisciplinares com a participação de académicos portugueses e membros da sociedade civil portuguesa, bem como da CPLP, mediando protocolos com universidades portuguesas e outras instituições, envolvendo as culturas lusófonas africanas e o Brasil, e promovendo o intercâmbio de professores e estudantes».

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.