IndieLisboa mostra cinema português em Copenhaga e Budapeste

Novembro é mês de cinema português na Europa. Entre os dias 18 a 24, o IndieLisboa, em parceria com a sala da cinemateca húngara Örökmozgó, apresenta uma seleção de filmes portugueses em Budapeste com o apoio do Instituto Camões. Pela mesma altura, no dia 20, o Posthus Teatret, na Dinamarca vai apresentar uma mostra de curtas metragens, também seleccionada pelo IndieLisboa, em colaboração com a Kulturopa.

Budapeste vai receber uma seleção das melhores curtas e longas metragens que passaram pelo IndieLisboa ao longo dos últimos anos. Pelo Cinema Örökmozgó vão passar os filmes Fantasia Lusitana, de João Canijo, Águas Mil de Ivo M. Ferreira, A Zona, de Sandro Aguilar, Movimentos Perpétuos, de Edgar Pêra e Ruínas, de Manuel Mozos. Na secção das curtas metragens vão ser exibidas Arena, de João Salaviza, Um Roupão Vermelho Sangue, de Pedro Caldas, A History of Mutual Respect, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt e Crime/Abismo Azul/Remorso Físico, de Edgar Pêra.

Em Copenhaga, a mostra intitulada Um caso de Melancolia, vai exibir algumas das melhores curtas metragens que passaram nas edições de 2009 e 2010 do IndieLisboa: Carne, de Carlos Conceição, Visionary Iraq, de Gabriel Abrantes e Benjamin Crotty, Arca d’Água, de André Gil Mata, Pássaros, de Filipe Abranches e Arena, de João Salaviza, que será apresentada pelo realizador.

As mostras contam com o apoio do Instituto Camões em Budapeste e em Copenhaga e pelas embaixadas de Portugal em ambas as cidades.

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.