Seminário sobre ação cultural externa

Uma ação de formação para responsáveis pela ação cultural externa junto das embaixadas e centros culturais vai ter lugar quarta-feira (5 de Janeiro), em Lisboa, na sede do Instituto Camões, organizada conjuntamente pelo Instituto Camões (IC) e pelo Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais (GPEARI) do Ministério da Cultura, ao abrigo do protocolo de cooperação institucional assinado em novembro entre as duas instituições.

Os trabalhos do seminário, com o tema Ação Cultural Externa Portuguesa, são abertos com uma intervenção da Presidente do IC, Ana Paula Laborinho, que aborda o tópico Propósitos e orientações da ação cultural externa, a que se segue uma preleção da Diretora-geral do GPEARI, Joana Gomes Cardoso, em que são focadas as prioridades e estratégias da internacionalização da cultura portuguesa, abrindo-se em seguida um período de debate.

Na sessão da manhã intervêm ainda José Pedro Ribeiro, Diretor-Geral do Instituto de Cinema e Audiovisual, que aborda a internacionalização do cinema português e Viriato Soromenho-Marques Coordenador do Programa Gulbenkian Ambiente.

A sessão da tarde abre com uma intervenção de Helena Buescu, Diretora do Centro de Estudos Portugueses da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, sobre o Projeto Literatura-Mundo em português. Seguem-se as comunicações Ferdinand Richard, que faz uma comunicação sobre a Fundação Roberto Cimetta e de Patrícia Pincarilho, representante de Portugal para os Programas Comunitários de Cooperação Externa na Representação Permanente de Portugal Junto da União Europeia (REPER), sobre as políticas culturais da União Europeia.

 A encerrar, Luís Serpa, gestor cultural e galerista, debruça-se sobre as indústrias culturais e criativas, e a gestora da Coleção BESart, Alexandra Fonseca Pinho, fala sobre as Políticas Culturais e o mundo empresarial.

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.