IV Encontro de Teatro dos Leitorados

INSTITUTO CAMÕES PROMOVE ENCONTRO DE TEATRO EM PORTUGUÊS

O IV Encontro de Teatro dos Leitorados do Instituto Camões, que contará com a participação de cerca de 55 alunos de língua portuguesa vindos da Alemanha, Croácia, Polónia, Roménia, Rússia e Sérvia, realizar-se-á entre os dias 25 e 30 de julho de 2011, no Centro de Experimentação Artística / Fábrica da Pólvora, em Barcarena, com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, que acolhe a iniciativa e os participantes.

Na sequência da adesão dos estudantes aos Encontros de Teatro dos Leitorados do Instituto Camões realizados em 2007, 2008 e 2009 e, atendendo à dinâmica e capacidade de iniciativa dos Leitorados, a edição deste ano vai contar com a colaboração do Teatro Meridional. Esta companhia – uma das mais prestigiadas do teatro português, ao qual foi recentemente atribuído oPrémio Europa Novas Realidades Teatrais, um dos mais importantes prémios europeus na área do teatro – dinamizará sessões de trabalho durante os cinco dias do Encontro.

Para além do contacto entre culturas diferentes, uma das marcas mais importantes destes Encontros tem a ver com a utilização da língua portuguesa como forma de comunicação entre jovens de países muito distintos, integrados em universidades e instituições de ensino, que integram a Rede de Docência do Instituto Camões.

Recorde-se que, em 2011, a Rede do Instituto Camões (Ensino Superior) abrange 66 países, 274 instituições de ensino superior, 60 Centros de Língua Portuguesa, 30 Cátedras, 435 docentes e cerca de 50.000 alunos de Estudos Portugueses; a Rede de Docência (Ensino não Superior) do Instituto Camões integra o ensino pré-escolar, o ensino básico e secundário e abrange 12 países, 528 professores e cerca de 63.380 alunos.

 

Em português nos entendemos

O programa divide-se diariamente em duas grandes áreas – sessões de formação, com elementos do Teatro Meridional, durante a tarde, e montagem e apresentação de espetáculos preparados ao longo do ano letivo, com o apoio dos leitores, à noite. O nome dos grupos marca, desde logo, a presença da língua e da cultura portuguesas, com que estes jovens convivem (“Favas Contadas”, da Croácia; “Quasilusos” e “Teatro Lusotaque”, da Alemanha;  “Burlesco e Fresco”, da Rússia; “Teatro da Cidade Branca”, da Sérvia; “Fantasia”, da Roménia), nos seus países e mostra o interesse com que a aprendem. Para além desta rotina, os grupos vão ter uma apresentação do trabalho desenvolvido por Mark Deputter no Teatro Maria Matos, uma visita ao teatro D. Maria II e ao Museu Manuel de Brito.

Pode acompanhar-se o Encontro através do blogue www.viagemalisboa.blogspot.com.

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.