Macau a preto e branco – Exposição de fotografias sobre Macau no Instituto Camões

Macau à socapa é o título da exposição de fotografia da autoria de Marcos Fernandes que está patente ao público entre 31 de maio e 29 de junho de 2012, na sede do Instituto Camões, em Lisboa (Avenida da Liberdade, 270 – junto ao Marquês de Pombal). São 14 fotografias a preto e branco, ampliadas de forma tradicional a partir de película, que pretendem mostrar, através de breves relances, momentos fugazes do quotidiano de uma cidade sempre em movimento. Segundo o fotógrafo trata-se de “imagens captadas durante caminhadas tendo como única companhia uma velha máquina fotográfica”.

A riqueza de Macau não tem cessado de crescer, assente sobretudo nas receitas dos casinos que trazem diariamente ao território milhares de turistas e de apostadores. No entanto, a par desse movimento sem fim, mantém-se um estilo de vida tradicional que parece retido no tempo. Macau à socapa é uma espreitadela a esse quotidiano de vivências e convivências nas ruas.

Marcos Fernandes é jornalista de rádio e fotógrafo freelance. Foi galardoado com o Prémio Fotográfico Carlos Gil, atribuído pelo CENJOR, Ar.Co, Sindicato de Jornalistas, Clube de Jornalistas, e pelo Município de Figueira de Castelo Rodrigo, com o Alto Patrocínio da Presidência da República. Ficou em segundo lugar em Um Certo Olhar, concedido pelo jornal Público e pelo Banco Espírito Santo. Marcos Fernandes nasceu em 1979 em Sintra. Tem uma licenciatura em Comunicação Social, pelo ISCSP (Universidade Técnica de Lisboa), uma pós-graduação em Estudos de Fotografia, pelo IADE, e está a finalizar um mestrado em Antropologia Visual, pela FCSH (Universidade Nova de Lisboa). Estudou História da Arte na Sociedade Nacional de Belas Artes.

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.