DITEMA - Dicionário Temático de Macau lançado em Lisboa

Vai ser apresentado ao público, no próximo dia 8 de novembro de 2012, quinta-feira, pelas 17:30, no salão nobre do palacete Seixas, sede do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Av. da Liberdade, 270) um dicionário temático sobre Macau, editado pela Universidade de Macau (UM).

Mais de um milhar de entradas distribuídas por mil e seiscentas páginas divididas por quatro volumes, é assim que é apresentado o “DITEMA – Dicionário Temático de Macau”, projeto do Instituto de Estudos Portugueses, agora Departamento de Português da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Macau que contou com mais de uma centena de colaboradores. Esta primeira edição é em língua portuguesa, prevendo-se que esteja disponível dentro de dois anos uma edição em língua chinesa.

DITEMA é o acrónimo de Dicionário Temático de Macau, explicação que surge como subtítulo. O projeto inicial foi sonhado, proposto e coordenado desde 1997 a 2000 por António Rodrigues Baptista, professor na UM, que então se reformou e regressou a Portugal. O título inicialmente proposto era Dicionário de História de Macau e previa-se um volume com cerca de 700 páginas. Apesar da partida do seu mentor, a UM decidiu prosseguir com o projeto, alargando-o e enriquecendo-o. Procurou dar-se resposta às muitas questões que podem ser colocadas a respeito de Macau sobre História, Demografia, Economia, Arquitetura, Política, Religião, Literatura Património, Personalidades, Comunidades, Línguas, Turismo, eventos, Lugares, Objetos (a primeira entrada é ÁBACO), etc., numa tentativa de mostrar a riqueza da cultura de Macau.

As entradas estão por ordem alfabética, independentemente do tema a que pertencem, mas o usuário é remetido para entradas relacionadas ou, por exemplo, um outro nome que é dado ao mesmo facto ou personalidade.

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.