Município de Trofa

A Câmara Municipal da Trofa instituiu o Concurso Lusófono da Trofa, uma iniciativa apoiada pelo Camões, I.P., destinada a promover a Literatura Infantil. O concurso pretende “divulgar autores de língua oficial portuguesa” e “estimular hábitos de leitura e de escrita criativa”, sendo aberto às participações de Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Os textos, inéditos, não devem exceder as 15 páginas e podem ou não ser ilustrados. Em jogo está a atribuição de três prémios: o Prémio Matilde Rosa Araújo, para o Melhor Conto; o Prémio Lusofonia para o Melhor Conto, atribuído a cada país que não seja contemplado com o prémio anterior.

Na categoria de ilustração os concorrentes devem enviar três a cinco ilustrações subordinadas a um excerto de As Fadas Verdes, de Matilde Rosa Araújo, conforme determinado no regulamento. Há ainda a possibilidade de o vencedor do Prémio Ilustração ser convidado para ilustrar o conto vencedor do Prémio Matilde Rosa Araújo.

As participações deverão ser entregues na Casa da Cultura da Trofa ou via correio, em carta registada e dirigida a: Vereador da Cultura, Câmara Municipal da Trofa, Edifício Sede, Pólo I, Rua das Indústrias, 393, Apartado 65, 4785-624 Trofa.

Os Centros Culturais Portugueses/Camões, I.P. e as suas extensões nos países de língua portuguesa recebem os restantes textos a concurso. Todos os contos serão posteriormente encaminhados para um júri de pré-seleção do município da Trofa.

Em novembro de cada ano serão anunciados os vencedores e entregues os prémios. O conto vencedor será publicado e lançado pela Câmara Municipal da Trofa, durante a edição anual da Feira do Livro e do Encontro Lusófono de Literatura Infanto-juvenil.

Ver o regulamento completo

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.