Perguntas frequentes Ensino

FAQ's de Ensino

O que é ser Leitor do Camões, I.P.?

Ser Leitor do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. consiste, basicamente, em ensinar Português Língua Segunda (nos países que adotam a Língua Portuguesa como Língua Oficial) ou Língua Estrangeira, em Universidades estrangeiras. Para além das funções letivas, os Leitores do Camões, I.P. desenvolvem também ações de promoção da Cultura Portuguesa nas Universidades e/ou comunidades em que se inserem.

Nos países em que o Português tem estatuto de Língua Segunda, ou seja, os países que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), os Leitores desempenham também funções de Formadores, visto que, em geral, estão colocados em instituições de ensino superior que formam professores de Português, sendo os Leitores do Camões, I.P., neste caso, formadores de formadores.

Os primeiros Leitorados do Camões, I.P. surgiram na década de 20. O termo "Leitor" passou então a ser usado para designar o professor de Língua e Cultura do seu país numa universidade estrangeira, consistindo na categoria mais baixa da carreira académica, correspondente atualmente à categoria de assistente. Por este motivo, os Leitores são equiparados, ainda hoje, em termos de remuneração, à categoria de assistente universitário, nos casos em que celebram contrato com o Camões, I.P. por não deterem vínculo a nenhuma outra instituição pública.

Em face do exposto, a palavra "Leitor", quando usada neste texto, nada tem que ver com o nome "leitor", no sentido daquele que lê, apesar de, muitas vezes, surgir esta ambiguidade. 

Que formação é necessário ter para se ser Leitor?

Os requisitos para se ser opositor ao concurso para seleção de Leitores de Língua e Cultura Portuguesa, constam do regulamento do concurso, divulgado por ocasião da notícia de abertura do referido concurso.

Em geral, de ano para ano, os requisitos mantêm-se. Neste sentido, têm admissão automática ao concurso, todos os cidadãos portugueses que detenham o grau académico de licenciatura nas áreas de Línguas e Literaturas Modernas - Variante de Estudos Portugueses, ou Estudos Portugueses em combinação com outra Língua Moderna (Português/Francês; Português/Inglês; Português/Espanhol; Português/Alemão; etc.), Línguas e Literaturas Clássicas e Linguística. Os candidatos que detiverem um grau de 2.º Ciclo/Mestrado em Ensino de Português Língua Segunda e Língua Estrangeira.    

Como posso candidatar-me ao concurso de leitores?

Pode candidatar-se através do procedimento concursal anual para constituição de reserva de recrutamento de pessoal docente da Rede de Ensino Português no Estrangeiro. Deve estar atento aos prazos de abertura deste concurso através do site na Internet do Camões, I.P. 

Que tipo de provas constituem o Concurso de Leitores do Camões, I.P.

Os leitores do Camões, I.P. desempenham fundamentalmente funções de docência da Língua e Cultura Portuguesas em universidades estrangeiras e instituições internacionais. Para mais informações consulte a página: Perguntas frequentes

Qual o período de apresentação de candidatura ao concurso para leitores?

Deve candidatar-se através do procedimento concursal anual para constituição de reserva de recrutamento de leitores da Rede de Ensino Português no Estrangeiro. Deve estar atento aos prazos de abertura deste concurso através do site na Internet do Camões, I.P. 

Sou estrangeiro. Onde posso aprender português em Portugal?

O Camões, I.P. exerce a sua função na área da promoção e da divulgação da Língua e da Cultura Portuguesas exclusivamente no estrangeiro. O Camões, I.P. assegura formação em PLE através da sua plataforma de ensino a distância (e-learning), disponível no Centro Virtual Camões, abrindo regularmente turmas de vários níveis.

Os estrangeiros que desejem aprender português em Portugal deverão procurar os cursos de Português para Estrangeiros oferecidos por Universidades, escolas ou institutos privados.

Em algumas escolas secundárias da rede pública e em alguns centros de emprego e formação profissional do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) também existem cursos de português para estrangeiros, geralmente em horário noturno (pós-laboral), através do programa Português Para Todos.

Sou professor do Ensino Básico/Secundário. Como posso candidatar-me para lecionar no estrangeiro?

Para lecionar na Rede do Ensino Português no Estrangeiro, para os cargos de professor, compreendendo os níveis de educação pré-escolar, do ensino básico (1.º, 2.º e 3.º ciclos) e do ensino secundário, deve candidatar-se através do procedimento concursal anual para constituição de reserva de recrutamento de pessoal docente. Deve estar atento aos prazos de abertura deste concurso através do sítio na Internet do Camões, I.P.

Do que preciso para ir estudar para Portugal?

É fundamental a recolha de informações, no país de origem, na Embaixada (https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/) ou no Consulado Português, sobre os documentos a apresentar em Portugal.

Na maior parte das situações, para estudar em Portugal (caso não tenha nacionalidade portuguesa) é necessário um visto de estudo, que pode ser renovado anualmente. Esse visto pode ser obtido junto de uma missão diplomática ou de um posto consular português, no país de origem.

Entre os documentos necessários podem constar o passaporte, fotografias, certificado de registo criminal, certificado de habilitações, comprovativo de matrícula. A documentação pode variar de acordo com o país de origem.

Para informações sobre estudar em Portugal:

https://www.study-research.pt/

https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/

http://www.acm.gov.pt/inicio

http://www.dges.gov.pt/pt

http://www.portugal.gov.pt/pt/ministerios/medu.aspx

Como posso obter a certificação dos meus conhecimentos de português?

Português Língua de Herança (PLH)

Os alunos da rede do Ensino Português no Estrangeiro (EPE) podem ver reconhecidas as suas aprendizagens pelo Estado português, mediante proposta do docente que os acompanha ou em regime de autopropostos.

Esta certificação é da responsabilidade conjunta do Ministério da Educação e Ciência, através da Direção-Geral da Educação, e do Ministério dos Negócios Estrangeiros, através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, IP.

Concretiza-se através da realização de exames por nível de proficiência (existem 5 exames/níveis diferentes), quando os alunos alcançam o perfil de saída definido nos termos do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas e do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro (QuaREPE).

As provas de exame avaliam as seguintes competências em língua portuguesa: compreensão oral, produção oral, leitura e escrita.

As provas de certificação decorrem em centros locais de exame de cada país, definidos em função das inscrições e das condições logísticas necessárias para a sua realização.

Geralmente, em abril de cada ano é divulgada a lista definitiva de centros de exame, através dos professores, pelas Coordenações de Ensino e no sítio do Camões, IP, na internet.

Para mais informações acerca do processo de certificação e sobre a estrutura das provas consulte:

http://www.instituto-camoes.pt/activity/o-que-fazemos/aprender-portugues/certificacao-de-aprendizagens

Português Língua Estrangeira (PLE)

A certificação de Português Língua Estrangeira (PLE) de adultos é atualmente realizada pelo Centro de Avaliação de Português Língua Estrangeira (CAPLE) e atribui os certificados e diplomas a seguir indicados, correspondentes a cinco níveis de proficiência diferentes:

CIPLE - Certificado Inicial de Português Língua Estrangeira

DEPLE - Diploma Elementar de Português Língua Estrangeira

DIPLE - Diploma Intermédio de Português Língua Estrangeira

DAPLE - Diploma Avançado de Português Língua Estrangeira

DUPLE - Diploma Universitário de Português Língua Estrangeira

Para mais informações consulte o sítio do CAPLE na Internet: http://caple.letras.ulisboa.pt/

O exercício de funções de Leitor conta como tempo de serviço letivo?

O trabalho realizado em funções de Leitor(a) do Camões, I.P. com estatuto de docente em comissão de serviço, conta como tempo de serviço, exatamente como o tempo de serviço em funções letivas numa escola do Ministério da Educação. Cada ano no estrangeiro conta como um ano em Portugal.

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.